segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Magazine Luiza é acusado de racismo após abrir vagas exclusivas para negros

AdicioA polêmica surgiu após a divulgação do programa de trainee com vagas específicas para candidatos nar legenda

Um anúncio de abertura de vagas exclusivas para negros tem gerado uma série de problemas para o Magazine Luiza. Internautas tem acusado a empresa de racismo. A polêmica surgiu após a divulgação do programa de trainee com vagas específicas para candidatos negros. O anúncio oferta salários de R$ 6,6 mil.

Após a divulgação das oportunidades, o nome da loja se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. A acusação de racismo partiu de centenas de internautas, que ficaram revoltados com a empresa.

“Como criar e alimentar o racismo? O Magazine Luiza te ensina. Da série "Dividir para enfraquecer, enfraquecer para conquistar”, criticou uma pessoa.

“O critério adotado pelo Magazine Luiza é RACISTA e ofende os negros honrados do Brasil. Não queremos ser tratados como sub-raça de incapazes que depende de facilidades para "vencer". A rede deveria cancelar a seleção racista e pedir desculpas a todos os brasileiros. Nojo!”, detonou outro.

“Magazine Luiza com oferta de trabalho onde aceitará apenas negros. Isso é DISCRIMINAÇÃO RACIAL, ponto final! E se você não enxerga isso, é porque já teve o cérebro corroído pela imbecilidade. Já imaginou seco anúncio fosse "Magazine Luiza só aceitará brancos”?”, comentou outra pessoa.

No Twitter, diversas pessoas se posicionaram sobre o assunto.

Confira:
 Com informações do Portal do Holanda

Posts Relacionados

Magazine Luiza é acusado de racismo após abrir vagas exclusivas para negros
4/ 5