domingo, 6 de setembro de 2020

Flordelis atraía fiéis da igreja para manter relações sexuais com eles, revela testemunha



Um frequentador da igreja revelou que Flordelis atraía fiéis da igreja para que pudessem manter relação sexual com eles. Este homem de 48 anos, prestou depoimento na Delegacia de Homicídios durante as investigações da morte de Anderson.

Ele contou que era “obreiro” na época que a igreja funcionava no bairro do Rocha e que também era frequentador da casa de Flordelis. De acordo com o homem, com o tempo, ele começou a perceber uma atividade incomum, “na qual pessoas que frequentavam os cultos eram atraídas para a casa”.

O objetivo era para que pudessem se relacionar sexualmente com a pastora. Na época, Flordelis e Anderson já eram casados.

O homem ainda cita um casal como exemplo e diz que o homem teve relação com a deputada.

Ele ainda relata que na ocasião de uma viagem, foi convencido por Anderson a ficar no mesmo quarto que Flordelis. Ele alega que a deputada se “se insinuou sutilmente para ele”.


No fim de seu depoimento, a testemunha frisou para os policiais que a percepção que tem atualmente é de que, na realidade, Flordelis e sua família participam de uma seita, que tem aparência de congregação religiosa, mas que em nada tem relação com “aquilo escrito na Bíblia”. A testemunha afirmou ter certeza de que “as práticas dessa família são de envolver e manipular psicologicamente as pessoas mais próximas de forma sutil”.


Fonte: extra

Posts Relacionados

Flordelis atraía fiéis da igreja para manter relações sexuais com eles, revela testemunha
4/ 5