8 de ago. de 2020

Agressor de motoboy tem esquizofrenia e fez falsa comunicação de roubo à polícia


Após agredir e humilhar um motoboy em um condomínio em Valinhos, na região de Campinas, interior paulista, o contabilista Mateus Abreu Almeida Prado Couto, foi detido. Ele é portador de esquizofrenia, distúrbio psíquico que afeta a capacidade da pessoa de agir dentro da realidade, e teria surtos.

A informação foi dada pelo pai do contabilista em processo que foi arquivado por falsa comunicação de roubo de carro feito por ele em 21 de março de 2019. Mateus ainda é réu em um processo criminal que corre em segredo de Justiça.

“Apenas cinco dias depois da comunicação do crime, o pai do averiguado foi à Autoridade Policial e informou que o veículo estava na funilaria, a pedido e com a concordância de Mateus, sendo cero que este é esquizofrênico e, mesmo medicado, tem surtos que o fazem perceber as coisas de modo diverso. Em um destes surtos, entendeu que seu veículo tinha sido furtado”, diz manifestação do promotor Denis Henrique Silva em agosto de 2019, pedindo o arquivamento do caso.

O contabilista respondia a processo por fazer um boletim de ocorrência comunicando falsamente que seu carro, um Honda Fit LX MT, teria sido roubado no dia 1º de fevereiro.


Mateus foi detido pela Guarda Municipal de Valinhos por injúria contra um motoboy que havia levado entrega para ele no condomínio onde mora, nesta sexta-feira (07). Ele insultou o entregador de 19 anos chamando-o de lixo e semianalfabeto.

Fonte: Dol