segunda-feira, 6 de julho de 2020

Padre de extrema esquerda xinga Presidente na missa e redes sociais não perdoam

Padre de extrema esquerda xinga Presidente na missa e redes sociais não perdoam


O padre de extrema esquerda, Edson Adélio Tagliaferro, acabou perdendo a paciência, e xingou o Presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, desrespeitando todos que estavam ouvindo a missa, e todos os brasileiros que são católicos e votaram no Presidente.

Para o padre, que estava totalmente descontrolado com raiva, quem votou no Presidente Bolsonaro, ou seja, a maioria dos brasileiros, deve pedir perdão:

“Quem votou nele [Bolsonaro] devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu”.

Ele ainda alegou:

“Um país que já chegou a 60 mil mortos pela pandemia, e não temos um ministro da Saúde. Vocês querem que eu fale o quê? Aquilo que todos falam, ‘ah, ele não trabalha porque não deixam ele trabalhar’. Não! É porque ele não presta. Bolsonaro não vale nada! E quem votou nele devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandido”.


Confira abaixo o momento do extremo desrespeito:



Nas redes sociais, diversos comentários foram enviados para as frases infelizes que o padre acabou dando.


Fonte: Wol notícias

Posts Relacionados

Padre de extrema esquerda xinga Presidente na missa e redes sociais não perdoam
4/ 5