sábado, 18 de julho de 2020

Novo clipe de Cassiane romantiza violência contra a mulher e desencoraja denúncia, aponta web


Com o lançamento do clipe do novo single da cantora Cassiane, ‘A Voz’, nesta sexta-feira (17), alguns internautas levantaram um debate acerca do tema abordado no material. O tema principal da polêmica seria a romantização da violência contra a mulher, a naturalização da masculinidade tóxica e o desencorajamento às denúncias.

No clipe, uma mulher que sofre com as agressões do marido se omite em buscar ajuda das autoridades, mesmo ele deixando marcas. Ela então decide buscar a religião como refúgio, no entanto, as agressões continuam. O homem é colocado como alcoólatra e chega a tirar dinheiro, que seria destinado ao pagamento das contas, e roubá-lo para comprar bebidas.

Como solução, ela decide sair de casa e deixa um bilhete dentro de uma bíblia dizendo que o perdoa e ora por ele, mesmo sofrendo com as violências física, moral e psicológica. Para arrematar a trama, romantizando o sofrimento dela e abusos dele, o casal se encontra, se olha e os problemas desaparecem como se fosse uma espécie de recomeço.


“Para o clipe ficar perfeito só faltava ele ser preso, ele agrediu ela duas vezes e depois foi atrás dela como se nada tivesse acontecido, amo a Cassiane, amei o hino, mas não gostei da história do clipe.”, diz um dos comentários.

A canção é uma composição do cantor Jotta A, artista cotado para o elenco da edição 2020 de ‘A Fazenda’, da RecordTV. A produção do clipe ficou por conta de Jairinho Manhães, com a distribuição da MK Music.


Fonte: Portalt5

Posts Relacionados

Novo clipe de Cassiane romantiza violência contra a mulher e desencoraja denúncia, aponta web
4/ 5