domingo, 26 de julho de 2020

Jovem que criou site para fazer levantamento em tempo real de Covid recusa anúncios


Com apenas 17 anos, Avi Schiffmann recusou cerca de US$ 8 milhões de dólares em anúncios no seu site por um simples motivo: “Tenho apenas 17 anos, não preciso de US$ 8 milhões… não quero ser um aproveitador”.

Com apenas 17 anos, Avi Schiffmann recusou cerca de US$ 8 milhões de dólares em anúncios no seu site por um simples motivo: “Tenho apenas 17 anos, não preciso de US$ 8 milhões… não quero ser um aproveitador”.

Avi é o criador de uma página de sucesso que faz levantamento em tempo real dos casos de covid-19, com números atualizados de óbitos e recuperados por todo o mundo.

Apesar do site ter um nome difícil, o nCov2019.live é um dos sites mais visitados do mundo atualmente, girando em torno de 30 milhões de acessos diários.

O estudante, estima que já deve ter perdido uns US$ 30 milhões – R$ 175 milhões – em possíveis negócios. Ele diz que não se arrepende de recusar anúncios pagos para o seu site.

Avi diz que o principal motivo dele recusar os anúncios é que essa não é a intenção dele ou do site.

E ainda explicou o motivo: os “pop-ups (comerciais que aparecem em quanto você está lendo) arruinariam a interface do usuário”, disse.

Avi Schiffmann também explica que muitos dos visitantes não têm conexões rápidas de internet e adicionar anúncios poderia deixar o site muito lento e talvez impossível de usar para muitas pessoas ao redor do mundo – o que não deixa de fazer sentido.

Ele disse que também que não aceita os anúncios por receio de interferência na forma como a página é administrada..

Avi colocou apenas um botão onde você pode fazer doações através do site, mas até o momento não chega nem perto dos valores oferecidos que ele já escolheu recusar.

“Não quero que isso manche as coisas. As pessoas acham que vou me arrepender dessa decisão, mas pretendo fazer muitas coisas no futuro”, avisou.


As informações estão em inglês, mas cidadãos do mundo inteiro acessam ao site.


“No futuro, espero que haja pressão sobre a OMS para criar uma ferramenta como essa”, disse o jovem.

Muito bom, Avi. Parabéns pela sua honestidade e cumplicidade.

Com informações BusinessInsider

Posts Relacionados

Jovem que criou site para fazer levantamento em tempo real de Covid recusa anúncios
4/ 5