sexta-feira, 19 de junho de 2020

Aos 83 anos, homem deixa hospital após ficar internado por 75 dias com a Covid-19

Idoso foi tratado com uma terapia experimental com o uso de plasma

(Foto: Reprodução/Instagram)
Lorenzo Rodriguez, um idoso de 83 anos, conseguiu vencer o novo coronavírus (Covid-19) e recebeu alta na última terça-feira (16) após ficar em coma e passar 75 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no estado americano da Flórida.

Lorenzo testou positivo para o novo coronavírus em meados de março e imediatamente foi levado ao Hospital Batista do Sul da Flórida, em Homestead, e foi colocado em coma induzido com um respirador mecânico após consecutivas pioras em seu estado de saúde.

De acordo com a rádio de notícias americana "560KPQ", a pedido de sua filha, Esther Silva, Lorenzo foi tratado com um método que utiliza plasma sanguíneo que Esther havia visto na TV.

"Naquela noite, disseram-me que meu pai mexeu o braço e os olhos - foi incrível", contou Silva em entrevista. "Deus respondeu minhas orações", completou.

Após o início do tratamento, o idoso foi melhorando lentamente, mas o processo de recuperação teve alguns altos e baixos, com Lorenzo não conseguindo se alimentar ou tomar água, mas, segundo sua filha, ele nunca perdeu a força de vontade.

"Eu continuava dizendo a ele que ele tinha que investir 150% da parte dele. Continuaria lembrando-o de continuar lutando, e foi o que ele fez.", relembrou Esther.

Em novo teste realizado na terça-feira (16), pela primeira vez em 75 dias, Lorenzo Rodriguez testou negativo para a Covid-19 e pôde finalmente sair do hospital em meio aos aplausos da equipe médica.

"Fiquei impressionado assim que o vi, o que posso lhe dizer? Sou filha única, então meu pai é meu herói e ele ficou muito feliz. Eu teria movido montanhas para mantê-lo vivo e foi a sensação mais incrível vê-lo depois de tudo o que passou”, completou Esther Silva entre lágrimas.

Fonte: Rede TV

Posts Relacionados

Aos 83 anos, homem deixa hospital após ficar internado por 75 dias com a Covid-19
4/ 5